O poder do Bacalhau no norte de Portugal.

0
33

Foi o peixe que notabilizou o país ou Portugal que deu a verdadeira fama ao bacalhau?

Fazem mais de 5 anos que visitamos Portugal regularmente e olha.. que lindo país! Com muitas cidades pequenas, vilas e aldeias, ele possui uma gastronomia simplesmente rica e muito variada, incluindo alguns pratos de bacalhau no norte de Portugal que vocês não irão acreditar.

Isso sem falar na beleza e no cuidado que seus governantes e toda sociedade tem em querer manter sempre em perfeitas condições turísticas cada lugar, cada cantinho, deste país tão singular.

Cidade do Porto com a Ponte Dom Luiz atravessando o imponente Rio Douro. Esta ponte foi projetada pelo mesmo arquiteto que projetou a Torro Eiffel, hoje é um dos principais cartões postais da cidade.
Aldeia de Espadanedo, próximo à cidade de Bragança.

Atualmente Portugal é um dos países que mais cresce em toda a Europa. Muito se deve ao grande fluxo turístico que Portugal vem conseguindo atrair nesses últimos 5 anos, além, é claro, de muita organização e cuidado com seus monumentos, praças e locais de interesse histórico.

Para se ter uma ideia, a cidade do Porto já foi eleita por 3 vezes, sendo a ultima em 2017, como o melhor destino turístico da Europa!

O Porto é indiscutivelmente uma cidade cartão postal.

O Porto é de fato é muito lindo. É uma cidade que transpira beleza e turismo, um verdadeiro sítio histórico mundial que abriga uma gastronomia muito diversificada e apreciadíssima por turistas de qualquer nacionalidade, além de ser uma cidade muito barata e segura pra se viver e passear.

No Porto você tem de tudo, não se sente falta de nada. A cidade possui uma infraestrutura invejável e que atende todo o norte de Portugal.

O masjestoso Rio Douro, um dos rios mais importantes de Portugal.

No Porto é muito comum você observar uma quantidade fenomenal de turistas de todas as partes do mundo: japoneses, franceses, alemães, chineses, árabes e entre outros. É muito impressionante o quanto esta cidade é mágica e possui um poder sobrenatural de atração.. na verdade, de paixão à primeira vista!

Respondendo sobre o poderoso bacalhau no norte de Portugal:

Como nosso tema hoje é falar do poderoso bacalhau e suas receitas, não quero deixar escapulir aqui neste post toda a minha paixão e o prazer que tenho em passar uma grande parte do meu tempo no Porto e na região norte deste país totalmente vocacionado ao turismo.

Bacalhau espalmado e pronto para salga e secagem.

Sem me alongar muito na resposta à pergunta inicial, quem efetivamente notabilizou o peixe tão comum nas regiões frias do oceano atlântico foi Portugal e basicamente a cidade do Porto.

Caixa de Bacalhau para exportação ja devidamente salgado e seco.

Um pouco da origem do bacalhau em Portugal.

Ainda no início do século XX o bacalhau se converteu em um dos principais alimentos da população, pois o preço de outras carnes era bastante alto e também havia muita escassez. Isso fez com que o então governo de Salazar criasse vários incentivos para a pesca e salga deste peixe, que na época vinha exclusivamente da América do Norte (mais especificamente das águas do oceano atlântico junto às geleiras do Canadá).

Secagem artesanal do bacalhau.

Essa medida fez com que o peixe se espalhasse por todo o país, ganhasse muita fama e se transformasse em uma alimentação obrigatória nas mesas das famílias de todos os níveis e classes sociais.

Engana-se quem acha que o bacalhau é só Norueguês!

Atualmente essa pesca não existe mais no Portugal e quase todo o bacalhau consumido advém de outros países e regiões como: Rússia, Islândia, Alaska, Canadá e, principalmente, da Noruega.

Bacalhau já preparado e sendo defumado para ser comercializado.

Já existem empresas portuguesas que beneficiam os peixes importados “in natura” onde a salga e secagem vem sendo feita em território português, não é em sua totalidade, mas, uma grande parte dos peixes de melhor qualidade são desenvolvidos e comercializados no país.

Secagem artesanal do bacalhau.

Em geral, este beneficiamento tem proporcionado a comercialização de um bacalhau de melhor qualidade, já que os vindos diretamente de seus países de origem, devidamente salgados e prontos para uso, não estão conseguindo manter-se com a qualidade que lhes conferiram fama e prestígio junto à sociedade portuguesa.

Banca de venda de bacalhau proveniente da Islândia.

Como comer o bacalhau certo em Portugal.

Viajamos o mundo todo, do Japão à Patagônia e já comemos de tudo, mas nunca conseguimos encontrar nenhum lugar que preparasse e servisse um bacalhau ou um peixe salgado similar, com a maestria, beleza e sabor que as cozinheiras e cozinheiros portugueses conseguem fazer.

Eles são realmente os especialistas mundiais nesta arte culinária. Não existe a menor possibilidade de se estar em Portugal e não correr para saborear os mais variados e apetitosos pratos de bacalhau que se tem notícia em todo mundo, principalmente o bacalhau do norte de Portugal.

Desculpe-me, mas realmente os portugueses são os melhores e ponto!!! kkk

Vou começar pelos bolinhos de bacalhau que, como entrada, são maravilhosos e quando regados com um bom azeite de oliva português (e na região norte do pais você encontra os melhores). Ficam com um sabor irreproduzível.

Já experimentamos vários pratos de bacalhau em bons restaurantes, em tabernas, em tascos indicados, em restaurantes simples, cafés, em feiras populares, em vários lugares, mas vamos listar aqui os nossos preferidos.

Esperamos muito que vocês gostem, provem e aprovem, mas muita atenção: temos dicas que vão te ajudar na escolha do melhor prato.

Dicas valiosas para os marinheiros de primeira viagem.

Notamos que os pratos tem o mesmo nome em vários lugares e regiões, mas não são necessariamente feitos da mesma maneira.

Portanto, além de algumas dicas para facilitar sua identificação no momento de efetuar o pedido, iremos colocar algumas fotos indicativas que farão com que vocês tenham uma ideia visual antes mesmo de pedir o prato em um restaurante de sua conveniência.

Referente aos bolinhos de bacalhau, estes irão depender de uma certa sorte, mas é muito raro (e bote raro nisso), você ter o azar de encontrar algum bolinho de bacalhau que não seja bom.

Ele pode até não ser sensacional, mas sempre serão gostosos, porque há uma disputa velada para ver quem faz o melhor dos melhores bolinhos de bacalhau kkk.

Bolinho de bacalhau como entrada do almoço e sendo devorado…kkkk

Opte sempre que puder pelos bolinhos fritos na hora ou recentemente feitos, evite os muito frios e jamais permitam que os aqueçam no micro-ondas.

Bacalhau com Natas em prato individual.

O prato de Bacalhau com Natas merece uma atenção especial.

Eles são realmente muito saborosos, mas tome um certo cuidado com alguns restaurantes que servem o bacalhau muito desfiado e misturado ao creme branco, pois na minha opinião fica muito cremoso, com pouco bacalhau e muita batata picada, parecido ao Fricassé.

Não gosto. Ele tem que ter lascas de bacalhau, algo consistente, fazendo com que o creme deixe o peixe mais saboroso e não apenas uma papa, né?

Posta alta de bacalhau ao forno, gratinado com molho branco e queijo…..uma delícia!!!

O Bacalhau ao forno é sensacional! Agora, tem que ser aquele que vem com a posta do peixe bem alta, o chamado lombo, coberto com creme bechamel (um molho branco denso, muito saboroso) e que as vezes se permite ter um toque de maionese ou mostarda, é uma variação possível de acontecer.

Para finalizar o prato, coloca-se purê de batatas e queijo, leva-se ao forno para gratinar e serve-se numa travessa para mais de uma pessoa ou no próprio prato individual. É saborosíssimo, vale a pena conhecer e provar.

Queijo Grana padano relado na hora e servido à mesa para complementar.

O Bacalhau com Broa de milho é outro clássico da cozinha portuguesa, muito pouco conhecido no Brasil, este prato faz muito sucesso junto aos portugueses e tem um público cativo que não abre mão por nada.

O segredo é uma crosta crocante de uma espécie de farinha de rosca grossa, feita de um pão de milho tradicional do norte de Portugal. É um pão denso, pesado e delicioso.

Este é o pão feito de broa de milho, este pão é muito consumido em toda a região norte e ao mesmo tempo muito famoso.

Este pão é ralado grosso ou picado na faca, ele fica bem mais granulado e irregular que uma farinha comum.

Após este processo a broa é misturada ao azeite de oliva, sal e pimenta até ficar uma crosta homogênea e somente depois deve ser cuidadosamente colocada por cima da posta alta de bacalhau que já estará na travessa.

Por fim, é então levado ao forno para gratinar, sendo normalmente servido com ovo cozido, cebola e batatas ao murro.

Batatas ao murro com azeite virgem, alho e salsa.

Apenas para vocês não ficarem sem entender, as batatas ao murro são batatinhas pequenas que são levadas ao forno ainda com casca para serem assadas lentamente.

Após estarem prontas são levemente amassadas com um pequeno murro e regadas com bastante azeite de oliva e alho frito também em azeite de oliva.

Algumas são finalizadas com alguns grãos de sal grosso e salsa. São as minhas preferidas e acompanham muito bem tudo que você quiser, desde bacalhau, carnes e até frangos.

Agora chegou a vez da nossa ultima dica, mas não se trata de uma dica comum, pois esse é para nós o melhor de todos os pratos de bacalhau do norte de Portugal.

Tivemos o prazer e ao mesmo tempo a sorte de conhecer este prato na Vila de Caminha, no norte de Portugal, precisamente no Restaurante Muralha de Caminha, vale muita a pena conhecer os 2, o paraíso escondido e preservado desde a era medieval e às margens do Rio Minho, como também este requintado restaurante que também é uma charmosa pousada.

Vejam todos os detalhes em nosso post sobre a Vila de Caminha ,um dos posts mais acessados aqui no site.

Este prato parece simples, mas descobri que ele é feito de muitas maneiras e com isso a sua real identidade fica um pouco comprometida.

Sendo assim, resolvi estabelecer um “padrão” totalmente nosso para classificar como o “Melhor Bacalhau Lagareiro” de Portugal:

Este maravilhoso bacalhau lagareiro cai perfeitamente bem com um bom vinho português, pode ser o verde da região do Minho ou o maduro tinto. Não há como errar!!!

Já comemos este prato com lascas de bacalhau, com partes finas do peixe, frito no azeite de oliva, no forno convencional e até mesmo meio empanado e frito sob imersão. Vocês podem notar que “assim fica difícil né?” kkkkkk

Obedecendo este “nosso padrão” anteriormente estabelecido, o melhor bacalhau Lagareiro é aquele que é feito do lombo do bacalhau, logo da parte do meio e mais alta do peixe. Isso porque ele precisa ser assado na brasa e mais de nenhuma outra forma.

Apenas assado na brasa do carvão e regado com o melhor e mais puro azeite de oliva extra virgem, pois a união da fragrância da fumaça e das cinzas do carvão com o azeite irá conferir ao bacalhau um aroma e sabor inigualável, fazendo com que ele se destaque como um prato realmente sensacional e que normalmente vem acompanhado com batatas ao murro e cebolas.

Pessoal, olhem a beleza deste prato, percebam a altura da posta e os gomos ou laminas que entremeiam a posta recheadas de azeite de oliva de primeira. É realmente uma ode à arte culinária tradicional e uma alegria indescritível ao paladar. Não deixem de experimentar e nos contem o que de fato acharam da sugestão.

Queremos finalizar este post com um pedido especial. Gostaríamos que vocês nos dissessem o que de fato acharam dessas experiências gastronômicas que envolvem o bacalhau no norte de Portugal.

Falamos em norte, porque há uma rivalidade muito grande entre Porto e Lisboa e apesar de ser algo um pouco fora de propósito pra nós que estamos apenas “turistando”, para a cultura deles é uma coisa bem enraizada.

Nós turistas, ironicamente, é que ganhamos muito com isso, pois a rivalidade vira uma competição meio que velada e faz com que nenhum dos lados queira estar por baixo.

Logo, eles buscam se superar em tudo e principalmente na gastronomia que realmente há uma grande diferença entre as regiões portuguesas.

Pequenina aldeia de Espadanedo no norte do país, é realmente um ambiente muito agradável e um clima diferenciado.

Portanto, experimentem, provem e comprovem não só a diferença dos pratos como a significativa qualidade que há em todos eles, seja no norte, centro ou sul.

Os portugueses não descuidam de sua culinária. Eles sabem que se trata de um gigantesco patrimônio cultural que além de atrair muitos curiosos e interessados, projetam o bom nome deste pequeno, rico e belo pais possui para todos os continentes do mundo.

Aguardamos seus comentários e queremos saber se tiveram a mesma percepção que a gente teve, como também, se dentro do paladar de cada um de vocês a nossa classificação e escolhas foram de fato assertivas ou se para algum de vocês haveria alguma mudança na classificação!

Não esqueça de provarem os pratos acompanhados de vinhos portugueses!! Eles são maravilhosos e não precisa focar nos mais caros, não há nenhuma necessidade disso.

Já tomamos vários vinhos portugueses tanto da região do Douro como da região do Dão, por exemplo, na faixa de preço de 3 a 4 euros que foram excelentes (acredite!!!).

Descubram o segredo dos vinhos portugueses.

Inclusive há vinhos portugueses premiados mundialmente que custam menos de 5 euros.

Caso tenham interesse em obter uma lista de bons vinhos portugueses, com excelente custo X beneficio, é só nos contatar.teremos imenso prazer em dividir estas descobertas com vocês.

Grande abraço a todos e boa viagem!!!

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here